quinta-feira, 26 de julho de 2007

36

.

Estou pousado em mim
igual que formiga
sem rumo

.

Manoel de Barros

2 comentários:

renata. disse...

-
quando a gente pousa na gente, uma sensação de segurança toma conta. eu gosto.

e amo tu!

Diana Valentina disse...

pousar sempre me lembra borboleta.
e borboleta é bonita, colorida...e leve!
:D
beijo.