quarta-feira, 21 de novembro de 2007

sem intenção.

Café com nutella na xícara grande, acompanhando um brigadeiro crocante. Ótima diversão no final da tarde para amenizar aquela dorzinha no peito. Mas quando chega a noite e não consigo dormir, pulando na cama feito pipoca vem a culpa. É culpa. Por ter tomado um café tão grande e por ter ingerido tantas calorias. Queria aprender a viver sem essa culpa.
Nessa xícara a culpa se apresenta numa simples colherada de nutella, mas no dia-a-dia a culpa me persegue e pesa. Pesa e me poluí. Sinto culpa por coisas que sei que não tem absolutamente nada a ver comigo. Me pergunto porque. Porque vivo me punindo por tantas coisas que são desnecessárias. Porque estou imobilizada. Porque ignoro todos os meus desejos (exceto a gula. Maldita gula!). Porque deixo a minha vida passar sem que ela me toque.
Me pergunto onde estou e qual caminho estou seguindo. Já nem sei se sigo. Me sinto um siri ou naqueles joguinhos de criança: 'sobe e desce'. Vou subindo, subindo, subindo, mas de repente tem um escorregador enorme e eu caio. E caio fundo. No abismo que existe no meu peito. Tô confusa. Pela primeira vez escrevo aqui nesse blog sem pensar se as coisas têm pé e cabeça. Estou me sentindo aliviada, pois estava sentindo que precisava tirar alguma coisa daqui de dentro. Estou tirando palavras. Benditas palavras. Malditas palavras. Palavras ditas querendo dizer outra coisa. Palavras ditas querendo dizer exatamente o que quero dizer. Palavras que se juntam com outras palavras e abrem um pequeno clarão nessa madrugada fresca e silenciosa. As palavras se juntam com o silêncio da rua e acalmam um pouquinho a barulho - quase insurdessedor - dentro da minha cacholinha.
Eu só queria ter escrito aqui, como estava gostoso o café com nutella.

5 comentários:

Sinto que sei que sou: disse...

Amiga vcnao é a unica que se sente culpada por isso e por tudo, eu ja fiz tanata coisa por causa das culpas que em seguem diariamente, a maior foi a culpa da gula, fiz uma besteira tao grande, mas deixa pra la...
As palavras sao minhamaenira de expressar tbm, porem muitas vezes queremos escrever uma coisa esoltamos outrs "sem quere querendo", as vezes querr dizer o tudo e sai o nada e vice-versa...

Bjus melhora e coma chocolate faz bem pra alma, pro corpo ate q nao, mas ...uauha

:)

Pipa disse...

nutella com café...nunca experimentei, mas deve ser bom. Não se culpe, não, menina Lia, que não há nada de errado nisso. E é bom falar, sempre, mesmo que a princípio não faça muito sentido,mas faz sim. Fique bem feliz e tranquila :)
=*

Carol disse...

Um beijo!

Pipa disse...

Achei linda a foto do coração com as folhas do livro, menina Lia!
Como não posso comentar por lá comento aqui :)
Beijo pra tu e boa semana!

Sinto que sei que sou: disse...

Moça bunita onde estas?
Escreva por favor, ler o que vc escreve faz tão bem...
Volta moça volta

Bjus
:)