domingo, 9 de dezembro de 2007

final de ano.

Os românticos que desculpem o meu pessimismo, mas não há nada mais terrível do que o tal do 'espírito natalino'. Aliás, eu nunca entendi que espécie de coisa é.
Tão bonito, né? Nós, pequenos burgueses, enchendo a nossa bela árvore de natal com uma estrela no topo, de presentes. Lotando a mesa com aves, cabritos, cordeiros, porcos, bois assados...enquanto a menos de 2 metros, tem alguém revirando o lixo a procura do comer. Tem uma criança pedindo um presente de natal no farol da esquina.
Esse espírito natalino está muito mais para espírito de porco.
Eu sei, às vezes, sou meio ranzinza.

2 comentários:

renata. disse...

-
nem precisa ser ranzinza pra concordar com vc. eu concordo minha linda!

beijos de amor

Sinto que sei que sou: disse...

Nao é questao de ser ranzinza nao..eh realidade o espirito natalino so nasce dentre aqueles que se conhecem e convivem , mas qdo é pra se importar com outras pessoas desconhecidas e que merecem serem privilegiadas com esse espirito isso nao ocorre e falo ate por mim mesma...