quinta-feira, 23 de agosto de 2007

ilustrada.

Quinta-feira é o meu dia predileto para ler jornal.
Na ilustrada da Folha, além das colunas gastronômicas, escreve o Contardo Calligaris. Gosto muito da maneira que ele disserta. Hoje, no meio de sua crônica, li uma frase linda que, se encaixa muito bem na minha ebulição constante:
'As flores dos arranjos logo murcharão, mas o importante é que elas desabrochem na hora efêmera da festa, mostrando o esplendor de cada flor e a harmonia do arranjo. Como um arranjo, uma vida não se justifica pela duração, nem pela lembrança, nem pelo aplauso dos outros, ela se justifica por sua harmonia intrínseca.'
Arrepiada e com olhos cheios d'água.

3 comentários:

Diana Valentina disse...

eita.
realmente
até eu me arrepiei.
beijo em tu.

renata. disse...

-
eu preciso dar um abraço apertado nessa pequena. daqueles de durar um século.

linda!

isabela cordaro disse...

lindo mesmo.

adoro os escritos dele.