domingo, 9 de setembro de 2007

sobre o presente.

No Canto dos Detalhes me deparei com uma frase que me traduz nesse momento.

sobre a tristeza
-é o medo de encontrar com você mesma, sozinha.
Pois é,
Me deparei sozinha: frente-a-frente comigo mesma. Me assustei e fugi.
Fui atrás, me encontrei e, resolvi me encarar. Estou me encarando. Batendo de frente.
Está doendo. E muito. Uma dor que eu não achei que existisse. Coração bate calado, acoado, encolhido. Falta ar. Falta cor. Falta amor. Acaba sobrando muita falta.
A fé, vai e vem. Quando ela vai, acho que tudo está perdido. Quando ela vem, abro a janela e vejo flores.
Pois é,
Crescer e se conhecer dói.
Bem muito.

4 comentários:

renata. disse...

-
ai, arrepiei. bom saber que levo inspiração a quem precisa. adoro ler suas palavras, entendo tanto, tudo.
mas aqui, não se preocupe não, é assim. tudo faz parte de um crescimento pessoal. li uma frase uma vez que me assustou, mas acho que é uma das coisas mais certas: "o caminho para o topo de si mesmo, é solitário". e é mais ou menos isso. acho que quando a gente consegue enfrentar a gente mesmo, já dando um passo enORME pro resultado desejado. acho você tudA de bom. linda!!!

beijos!!!

cinco bombas atômicas, em cima do seu cérebro disse...

Minha pequena cresce pequena e se transforma numa pequena-grande mulher maior a cada dia, né, amor?! =o)

Coisa liiiindaaaa de mi vida!

Lembra que as exeriências de vida, por mais tristes, depressivas ou sem cor, sempre são muito úteis pra gente aprender e ser feliz o dobro no momento que TÁ CHEGANDO!

*=

.

lia. disse...

ai, palavras que tocam.
pessoas que encantam.

nem mereço isso tudo

*=

Pipa disse...

Também acho você tudo de bom, sabe? =] e esse cantinho aqui já é um dos meus favoritos. Entendo muito bem o que sente, querida lia. Porque sinto isso também.
um beijo grande pra vc!

=*