terça-feira, 8 de abril de 2008

pequeninices.

Eu tenho fingido que não sinto falta de ter um Brotinho.
Daqueles Brotinhos bem leves, que deixam tudo colorido. Que fazem carinho bom e, quando estamos juntos, o chão vira nuvem e chego a acreditar na felicidade e que sou capaz de amar e porque não, ser amada. Faz teeeempo que um Brotinho assim, não passa pelo meu jardim. Teeempo demais até. Eu, vou seguindo e fingindo que nem ligo. Mas os meus sonhos têm falado a verdade por mim e para mim. Tô precisada de um amor. Um amor bonito que não seja aflito. Não estou à procura do princípe encantando, porque nem acredito nisso. Na realidade, não estou à procura... Mas tenho um vazio dentro de mim. E uma vontade que o amor aconteça. Acho que na verdade, tô desejando me sentir desejada.

9 comentários:

violeta disse...

-
ela acreditava em anjos, e porque acreditava, eles existiam
.
.
.
[clarice]
bjos

c. disse...

Acho que todo mundo. Os homens também. Os legais. Parece fácil pra algumas pessoas, é tarefa mais complicada pra outras. Pra mim, é. Atualmente não é o meu foco. Depois de rotinas sofridas e amores exigentes que não me saciavam, possibilidades que não se concretizaram, fui tratar de outros lados da vida. Talvez eu esteja fingindo. Vamos ver. Mas o desejar com sinceridade (que é o seu caso) ajuda porque você se abre. Agora, tá dureza né? Encontrar os tais caras legais. Bom.
Achei engraçado a escolha da palavra "brotinho". Ficou fofo. Me fez pensar em rapazes de cabelo cacheado que gostam de bossa nova. Não sei o motivo.
Beijo.

Lia. disse...

Camille, você tem razão, a tarefa parace tão fácil para algumas pessoas. Reparo muito nissso. Aí, não sei se sou exigente demais, complicada demais ou qualquer coisa do gênero. Também não é meu foco, porque sofri muito muito muito numa relação, onde eu tinha que procurar amor em lacunas, ausências e cotoveladas...O meu desejo é sincero, mas para eu me abrir, querida...é difícil demais.
Brotinhos é fofo, né? Nem sei porque escolhi essa palavra, porque na verdade, nem gosto muito dos brotinhos novinhos. Mas se tiver cabelos cacheados, eu penso no caso ;) Beijos!

Violeta, a moça das melhores citaçãoes! Beijos!

Emely disse...

Observando e rabiscando por aqui.

*pAz

Laís disse...

Em paradas, parei, por aqui...gostei e sentei...e nesse aconchego...Li a história do tal brotinho, que por coincidência..ou não...Faz parte a falta desse brotinho eu meu jardim!

Tomara que ele brote logo!...rs


bjs!

fale com ela disse...

É bem por aí. Os "legais" também querem. E quando acontece, acontece. Ninguém sabe como, onde, por quê. Penso que é assim. E só porque é assim é que é bacana e tudo. Como é que é isto de foco, hein?! Me diz. Eu não tenho foco. Acho que encontrei o meu problema.

Emely disse...

POsso Rabisca-lo em Minha DAnça?

*pAz

Morganna disse...

'uma vontade que o amor aconteça.' [2]

fiquei pensando nisso a semana todinha. :~

Lia. disse...

Ervilhinha, na verdade eu também não tenho foco. Acho que já tive um dia, quando saia de balada, mirava um Brotinho e ele virava o meu foco, até o sol raiar.
É tão bom quando acontece, porque acontece e não tem explicação para acontecer. É tão bom gostar sem saber porque. Ai ai ai. Ao mesmo tempo que gostaria de entender mais dessas coisas de amor e coração, acho que não é preciso entender quando se sente. Linkei o seu blog. Seus textos são lindos. Vou passear sempre!

Laís, acho que tenho que começar a cultivar para eles brotarem...Cuidar do jardim e essas coisinhas todas!

Emely, rabisquemos e dancemos! Muito!

Morganna, tomara que aconteça um amor bem bonito, daqueles que não precisam de motivo para existir. A gente sente, troca, gosta, sorri em paz e ponto!

Beijos para as meninas!