sábado, 14 de agosto de 2010

página 150

-

'O mundo progride, progride e quando vamos analisá-lo no ato final, ele se apresenta o mesmo, estancado há séculos numa única e incorruptível verdade: segue sendo o amor a coisa mais revolucionária que há. Independentemente de tudo o que existe, é o amor que transforma, irrita, movimenta, embeleza, enfeia, impulsiona, destrói, liberta e prende. Em sua órbita apenas distrações.'


Martha Medeiros
trecho do livro Divã

.

4 comentários:

deh ramos disse...

ahhhhh.. eu gosto muito da Martha! *-*'
a vida é sempre a vida. esse trecho me lembra uma coisa que uma amiga me falou uma vez: nao questione tanto os "porque's" da vida, e sim os "para quê's".
tudo acontece por um motivo, ainda que desconhecido, necessário.

beijooos ;*

Luna disse...

Já parafraseei Martha várias vezes.

Bia Carvalho disse...

A Martha Medeiros é TUDO! Escreve sempre o que estamos precisando ler...

Adorei seu blog!

Depois dá uma passadinha no meu???
Tem umas promoções legais por lá e se você puder e quiser participar vai ser muito legal!

http://amormisterioesangue.blogspot.com

Bjs

A Escafandrista disse...

Olha que blog mais belo, questões tão bonitas e citações maravilhosas. Ontem vi um dos livros da martha medeiros, o doidas e santas, é espetacular.. parabéns pelo blog!!!